sexta-feira, maio 28, 2004

A (des)Ordem dos médicos...

Vivam.

Li no Jornal de Notícias este artigo,e fiquei estupefacto.
Quer-me parecer que a Ordem dos Médicos devia passar a chamar-se Sindicato dos Médicos, Segurança dos Médicos, ou mesmo Defensores dos Médicos.
Todos os dias, cada vez mais, tomamos conhecimento de novos casos de negligência médica no nosso país. E, ao contrário do que muitas vezes se quer fazer crer, isto não se deve unicamente ao facto de os meios de comunicação estarem mais atentos, mas também a que as pessoas estão a perder o medo de falar e de reclamarem os seus direitos.
No fundo a população está a tomar consciência de que os médicos não são infalíveis, muitas vezes não são sequer competentes e já é hora de deixarem de ser intocáveis!
Tal como qualquer outro profissional um médico tem que responder e pagar pelos seus erros, tanto mais que no caso dos clínicos o que está em causa não são meros danos patrimoniais mas sim A VIDA de seres humanos.
Seria bom que a própria Ordem dos Médicos estivesse na linha da frente combatendo a incompetência, a negligência e a falta de ética dos profissionais que representa, em vez de continuar a meter no mesmo saco o trigo e o joio da classe médica.


Até logo, vizinhos.
Volto pra dentro.

Reacções:

0 comentários: