quarta-feira, julho 06, 2005

Poesia...

Sim , caros vizinhos, também eu sou apreciador da boa poesia.
Mas tem que ser uma poesia máscula, sem mariquices... poesia de macho!
Como esta...


Desejava eu ver-te um dia toda nua
Tal como Eva andou no Paraíso
Para contemplar as formas que diviso
Sob a linda e garrida veste tua.

Beijar teus lábios provocantes,
sugar teus seios de coral
e quedar-me mudo, por instantes
Ante o monte de Vénus virginal.

Depois, em macio e fofo leito,
mostrar-te o que é estar-se de pau-feito
à luz frouxa e mortiça de uma vela.

E numa fúria louca e repentina,
Untar-te bem o cú com vaselina
e dar-te uma valente enrabadela.



Reacções:

0 comentários: