terça-feira, setembro 06, 2005

Anti 560


Está a circular na net uma campanha que defende a preferência por produtos portugueses em detrimento dos estrangeiros, isto independentemente da qualidade ou do preço dos mesmos.
Compreendo a lógica da campanha mas... discordo totalmente.
Os portugueses lutam diariamente com dificuldades financeiras gravíssimas que os últimos governos, essa cambada de chulos e corruptos, tem vindo a piorar ainda mais, ao sobrecarregar impostos sobre quem sempre pagou e continuar a ignorar a fuga ao fisco que proporciona ainda mais o enriquecimento de alguns, como se pode constatar pelo crescimento exponencial das vendas de carros e casas de luxo.
Por isso acho muito mal que além dos imensos sacrifícios que já passamos ainda tenhamos que comprar produtos mais caros, por vezes muito mais caros mesmo, só por serem nacionais, para ajudar empresas e empresários que não raras vezes não cumprem sequer as suas obrigações tributárias.
A meu ver é importante que se privilegiem os produtos portugueses sempre e quando a qualidade e o preço forem similares, mas nunca noutro caso.
Aliás, sou dos que têm imensa pena de não viver actualmente perto da fronteira pois nesse caso não gastava um cêntimo em Portugal. Os espanhois inundam-nos com os seus produtos a baixo preço e ainda assim conseguem vender em Espanha mais barato do que em Portugal, lembrem-se de que o IVA lá são menos 5% (!!!!!), uma vergonha, já para não falar no preço dos combustíveis, no preço da energia, e nos salários, embora estes últimos sejam mais elevados em Portugal (só para a classe política, entenda-se!).
Se quiserem a minha colaboração nalguma campanha, é bom que seja do género "Mate um político sacana hoje", porque até lá... VIVA O LIDL !

Reacções:

0 comentários: