sexta-feira, fevereiro 02, 2007

Só um cheirinho...

Como a vizinhança bem sabe,este não é um blog para grandes (e chatas) discussões de temas sérios (e chatos).

No entanto há algumas campanhas às quais ninguém consegue ficar alheio, como esta do referendo à despenalização do aborto até às 10 semanas.
Já pra começar, faço questão de não lhe chamar "referendo ao aborto" porque não é o aborto em si que está em causa mas somente a não penalização das mulheres na ocorrência até ao limite já previsto na lei.
NINGUÉM é a favor do aborto!... a não ser que seja demente.

Há bocado tomava um cafézinho enquanto "discutia" o tema com uma amiga, fervorosa defensora do Não, e algumas das suas afirmações deixaram-me perplexo.
"Eu sou católica, sou contra o aborto (!?!) e hoje em dia existe muita coisa para evitar a gravidez, elas que usem contraceptivos, o preservativo, etc...!"
"Eu acho que as mulheres não devem ser presas por fazer um aborto até às 10 semanas!"
"Eu não me importo que elas vão às clínicas fazer os abortos, mas acho que não temos que estar a pagar isso com os nossos impostos."
E havia mais umas quantas "pérolas" destas, fruto de uma mente pouco esclarecida e muito confusa, que me recuso a transcrever.
Pois bem, desmontando as teorias de catequese, uma a uma:
Como é que uma católica pode aconselhar o uso dos contraceptivos??? Desconhecerá porventura que são PROIBIDOS pela igreja?
Como é que uma pessoa pode ser contra a prisão das mulheres que praticam aborto até às 10 semanas e dizer que vai votar Não a essa despenalização?!?!?!?!?!
Como é que alguém pode ser contra o aborto só se a sua realização implicar custos para o estado??? Muito pouco católico, não acham?!

Enfim... EU SOU CONTRA O ABORTO E SOU A FAVOR DAS MULHERES, POR ISSO VOTO SIM !







Até logo, vizinhos.
Vou pra dentro.

Reacções:

0 comentários: