quinta-feira, abril 30, 2009

O que é a gripe suína, afinal ?

Trata-se de uma doença do foro respiratório altamente contagiosa que afecta os suínos, nos quais é muito frequente mas com reduzido índice de mortalidade. O vírus transmite-se por via aérea, mediante contacto directo e indirecto. Até agora raramente era transmitida ao homem.

Este surto parece ter origem numa nova estirpe até agora desconhecida, o H1N1, apesar de entre os porcos também circularem outros vírus, como H1N2, H3N2 e H3N1.

Os surtos de gripe são frequentes entre suínos, especialmente no Outono e no Inverno.

- Como é que a gripe suína afecta a saúde humana?

Há informações esporádicas de surtos de infecções de gripe suína em humanos. Geralmente, os sintomas são idênticos aos de uma gripe comum (febre, dores de cabeça, dores musculares, etc), mas este tipo de gripe provoca mais vómitos e diarreia. A manifestação clínica pode ir de uma infecção ligeira a uma infecção pulmonar mortal.

- Como é que as pessoas podem ser infectadas?

Normalmente o contágio tem início nos porcos infectados, apesar de haver registo de algumas pessoas que foram infectadas sem ter mantido qualquer contacto com suínos. Há registo de transmissão entre humanos, mas tem sido limitado a grupos muito restritos de pessoas.

- É seguro comer carne de porco e produtos derivados de suíno?

Sim. A gripe suína não se transmite através do consumo de carne de porco adequadamente processada e preparada ou através de produtos derivados de suíno. O vírus da gripe é eliminado quando cozinhado a temperaturas superiores a 70º Centígrados.

- Existe risco de pandemia?

É provável que a maioria das pessoas, sobretudo as que não têm contacto regular com porcos, não tenham imunidade ao vírus da gripe suína. Assim, a confirmar-se que a nova estirpe da gripe suína se transmiti entre humanos, é possível que possa causar uma pandemia (epidemia a nível mundial).

O impacto de uma pandemia ocasionada por este tipo de vírus é difícil de prever: depende de factores como a resistência do vírus e a imunidade verificada nos humanos. O vírus da gripe suína pode dar lugar a um vírus híbrido, cruzando-se com o vírus da gripe humana e causando, assim, uma pandemia.

- Há uma vacina humana para proteger da gripe suína?

Não. O vírus da gripe muda rapidamente e a coincidência entre a vacina e o vírus é muito importante para que se verifique uma imunidade eficaz nas pessoas vacinadas. A OMS está a trabalhar de perto com outras instituições para que seja emitido um novo aviso sobre a vacina da gripe que possa também prevenir a infecção causada pela gripe porcina.

Os EUA já anunciaram que estão a trabalhar para desenvolver uma vacina contra a nova estirpe da gripe suína, mas avisam que este processo pode demorar meses.

- Existe tratamento para a gripe suína?

Os fármacos antivirais para a gripe comum estão disponíveis nalguns países e previnem o tratamento da doença de maneira eficaz. Há duas classes destes medicamentos: adamantanes (amantadina e remantadina) e os inibidores de neuraminidasa (oseltamivir e zanamivir).

Até agora, os casos de gripe suína foram totalmente tratados sem necessitar de atenção médica especial, nem medicamentos antivirais. Mas esta nova estirpe está a exigir outro tipo de precauções e, de acordo com as primeiras informações, é sensível a dois medicamentos antivirais, o Tamiflu e o Relenza, que devem ser tomados nos primeiros dias de sintomas para que sejam mais eficazes.

Fonte: Organização Mundial de Saúde (OMS)

Reacções:

0 comentários: