terça-feira, junho 28, 2005

O primeiro passo para o infinito...

Os cientistas começaram agora a obter os primeiros resultados positivos naquela que será uma hipótese para quem tenha doenças incuráveis e mortais e pretenda ficar uns anos (ou décadas) congelado até que surja a cura para a sua doença.
Tal como a clonagem de seres humanos também esta área de investigação gera muita polémica mas a minha opinião pessoal é de que não me importava de tentar, se essa fosse a minha única chance.
Neste artigo fala-se no sucesso da experiência levada a cabo com cães que estiveram mortos (congelados) durante várias horas e que depois foram ressuscitados sem ter sofrido quaisquer danos a nível físico ou neurológico.
Vale a pena dar uma vista de olhos.

Reacções:

0 comentários: