domingo, maio 16, 2010

Perder alguém que se ama não é exclusivo dos humanos...

... mas conseguir mostrar tanta compaixão, tanto amor pelo próximo, começa a tornar-se exclusivo dos animais.

Reacções:

1 comentários:

Anónimo disse...

Antes de colocarem alarvidades sobre "amor, amizade, pensamento etç," sobre determinadas atitudes de animais, era preferível que antes aprendessem a conhecer os seus hábitos e as suas atitudes instintivas.
Esse gato tal como uma andorinha, numa rua de Tóquio, que também anda aí na net, apenas quer acasalar com o que está morto, que para ele apenas mostra uma atitude passiva.
Isso é rito de acasalamento do gato.
Repare-se nos gestos de amassar (obrigar a baixar)que ele faz com as patas e abocanhar a parte de trás da cabeça, enquanto tenta com as patas traseiras que o morto se coloque em posição de acasalar.
Só quem nunca viu dois gatos a acasalar pode escrever o que se diz no vídeo.
Eu tenho 5 gatos em Avis, Portalegre e vi muita vez acasalarem, sei bem o que digo.
Se não fosse o pneu do carro, que estorva a atentativa dele, seria bem mais nitida a sua intenção.
Já agora eu gosto muito de animais. Mas só amo pessoas.