terça-feira, julho 06, 2004

Conversinha de almofada...

A propósito do tema constante no título, e que foi hoje trazido à aldeia pelo Eye, aqui vos deixo este delicioso texto...


No após.

Ele: - Gostaste?
Ela: - Tonto. Claro que gostei.
Ele: - Tu sabes que eu não sou muito experiente...
Ela: - Mal se notou.
Ele: - De certeza que houve algumas coisas que não te agradaram por aí além...
Ela: - Deixa-te de parvoíces.
Ele: - Estou a falar a sério. Por exemplo, não me pareceu que tivesses gostado muito quando te acariciei o peito.
Ela: - Bem... foste um bocadinho bruto...
Ele: - Desculpa, foi a excitação.
Ela: - Eu sei. Esquece, não tem importância.
Ele: - Tem sim! Imensa! E também não gostaste que te beijasse as orelhas.
Ela: - O beijar era como o outro... agora, escusavas era de ter enfiado a língua daquela maneira.
Ele: - Agora estás-me a deprimir. Ao menos gostaste das dentadas no pescoço?
Ela: - Ah, esquece essas merdas...
Ele: - Nem isso?
Ela: - (suspirando)
Ele: - Isto está muito pior do que eu pensava, porra...
Ela: - Pára com isso. Queres saber das dentadas? Dá cá o teu pescocinho, para ver se gostas que eu te ferre daquela maneira.
Ele: - Está bem, já percebi. Mas dos beijinhos gostaste!
Ela: - Claro que gostei.
Ele: - Nisso sou bom.
Ela: - Bem... na verdade, podias passear um bocadinho mais com a língua. Sempre no mesmo sítio cansa um bocadito, sabes?
Ele: - Merda, também não gostaste...
Ela: - Não disse isso! Mas ninguém nasce ensinado e leva tempo até que duas pessoas aprendam os truques uma da outra.
Ele: - Agora estás a ser condescendente. Não é preciso achincalhar, Ok? Ela: - Irra! Não é nada disso!
Ele: - Não me estás a ajudar nada com essa falsa compreensão.
Ela: - Grrrrr...
Ele: - A honestidade é muito mais importante numa relação que o amor-próprio de um ou do outro.
Ela: - Já chega. Já me estás a irritar.
Ele: - Tu é que és desonesta e dissimulada.
Ela: - Ah, é? Então, escuta bem: sabes que há outras posições além do missionário? E sabes que as mulheres também gostam de ter orgasmos? E mais uma dica: enquanto fodemos, há coisas bem mais agradáveis para fazer com a boca, além de atirar perdigotos para cima da parceira.
Porra, nem um linguado sabes dar!
Ele: - (abrindo e fechando a boca, com ar incrédulo) Mas afinal, de que é que tu gostaste?
Ela: - Que tivesse acabado! Foda-se, que além de não ter jeitinho nenhum é chato!


Até logo, vizinhos.
Volto pra dentro.

Reacções:

0 comentários: