terça-feira, maio 02, 2006

Visitas

Como se aquele instante...
Como se aquele instante em que você fecha os olhos enquanto dirige durasse para sempre. A pista cheia de carros, você não vai depressa, lá pela faixa do meio, mantém certa distância dos outros veículos... E então, sem motivo aparente, simplesmente cerra as pálpebras. E vem o breu, suas mãos continuam firmes ao volante. Você sente o carro, chega a perceber as rodas contra o asfalto. Deixa aquela sensação de medo se apossar de seu corpo, aquela adrenalina que excita. A respiração acelera um pouco... Como se entregasse a Deus a possibilidade de mudar tudo, de brincar com a sua vida e tirá-la sem fazer esforço. O calor do sol sobre sua pele, o som dos automóveis na estrada... Você não entende porque faz isso. Como se aquele momento que antecede seu abrir de olhos durasse por demais.
by Marcela

Reacções:

0 comentários: