terça-feira, dezembro 28, 2010

JonasBIGnuts vs ENSITEL

Reproduzo aqui um post de uma MULHER corajosa mas injustiçada.
Porque neste país as empresas acham-se acima da lei e julgam poder espezinhar os clientes sem que daí advenham graves consequências. Erro crasso.
Isso seria porventura possível há quinze ou vinte anos, hoje os consumidores têm ao seu dispor ferramentas de comunicação que, quando usadas convenientemente, se podem sobrepor ao poderio económico de qualquer arrogante grupo comercial.
Parabéns pela coragem, Jonas.





Segunda-feira, 27 de Dezembro de 2010
Ensitel
No passado dia 22 fui surpreendida, ao receber uma nota de citação pessoal.

Parece que a Ensitel não gosta mesmo nada dos posts que aqui escrevi sobre a minha experiência enquanto cliente deles, e acha que eu não tenho o direito de partilhar, neste meu espaço, aquilo que penso e sinto acerca da empresa.

Posto isto, os senhores, em vez de me telefonarem e perguntarem como é que poderiam resolver o problema, decidiram que era mais eficaz pedirem aos advogados que os representam que me escrevessem, intimando-me a apagar os posts em causa. Não pediram direito de resposta, não perguntaram como é que poderiam resolver o problema, não quiseram, sequer, saber, porque razão é que eu estava chateada com eles, não, decidiram que o que queriam era que eu apagasse os posts. Não apaguei.

Assim sendo, os senhores cumpriram a ameaça, e no dia 22 recebi a tal citação pessoal, que é um documento de 31 página (sim, 31) em que sou intimada pelo tribunal a constituir um advogado, e é um procedimento cautelar.

Basicamente querem que o tribunal me mande apagar os posts que escrevi sobre a Ensitel. Estão ali, linkados na barra da direita do Blog. São 6. Com este 7.

Portanto, a Ensitel não gosta que os clientes expressem livremente a sua opinião. A liberdade de expressão é muito linda e coiso e tal, mas só quando não chateia. Se chateia, já não há liberdade de expressão para ninguém.

Eu não minto nos meus posts sobre a Ensitel. Descrevo a situação, dou os factos, e escrevo o que penso acerca da coisa.

A Ensitel está a precisar de contratar uma empresa de Relações Públicas, mais do que uma sociedade de advogados. Triste é que, passado tanto tempo, ainda não tenham percebido isso.

Para quem tiver pachorra para a novela toda, é seguir os links.

tags:






Até logo, vizinhos. Vou pra dentro.

Reacções:

1 comentários:

Jonas disse...

Obrigada pelo "big Nuts", embora este meu Nuts seja de Nogueira :)

Bom 2011