quinta-feira, maio 20, 2004

Futebol americano...

Vivam, vizinhos.
Enquanto aguardamos o regresso do Incomensuravel, tenho que manifestar o meu desagrado perante a incomensuravelmente aflitiva situação que o Sporting está a atravessar na sua incomensuravel digressão pelos states.
Não sei se repararam (se não, ainda bem!) mas depois de perder tudo o que havia para perder cá na incomensuravel Europa os leões mantiveram intacta a sua vontade de alcançar ainda mais umas quantas incomensuráveis derrotas nas américas.
É certo que este último jogo foi uma incomensurável vergonha em termos de arbitragem, é certo que o ânimo, a entrega, a força de vontade e a frescura física já não são incomensuráveis, mas eu tenho uma teoria que justifica incomensuravelmente o desaire estadounidense.
Cá pra mim os americanos, incomensuravelmente armados em parvos, como sempre, continuam a confundir o nosso verdadeiro futebol (foot-ball, pé na bola!) com o seu (deles) American Football, que como todos já vimos alguma vez, ao invés de bola, camisola e calção, se joga com o um melão de Almeirim e o incomensuravel equipamento das forças policiais de intervenção (polícia de choque).
Alguém devia explicar aos americanos que os portugueses não são islâmicos... mas compreendo que isso seja uma tarefa incomensuravelmente difícil.

Até logo, vizinhos.
Vou pra dentro... à espera do Eye.

Reacções:

0 comentários: